Depois de marcar o seu primeiro hat-trick da carreira na última quinta-feira (12), na goleada por 6 a 0 diante do Levante, Vinícius Júnior voltou a ser assunto não só pela boa performance em campo, mas pela sua renovação com o Real Madrid. Um dos atletas mais valorizados e cotados na lista final da Bola de Ouro, o brasileiro negocia com o clube merengue para ficar por mais tempo na capital espanhola.

Segundo o jornal Marca, da Espanha, as conversas nunca tiveram pontos de divergência e sempre existiu sintonia entre o desejo do clube e do jogador. Vinícius, inclusive, é um dos atletas com o menor salário no elenco merengue, ao lado de jogadores praticamente inutilizados, como Ceballos, Vallejo e Lunin. Com o novo contrato, o atacante também terá um aumento generoso nos seus vencimentos.

Atualmente, Vini recebe cerca de 3,2 milhões de euros anuais, cerca de R$ 17 milhões, e os merengues pretendem praticamente triplicar esse valor, jogando-o para 10 milhões de euros, aproximadamente R$ 52 milhões. De acordo com o periódico, o Real quer uma renovação com vínculo até 2028 e a nova multa rescisória será a mesma das demais estrelas do time: 1 bilhão de euros, cerca de R$ 5,2 bilhões.

Esse valor, inclusive, é uma prática “comum" que o Real Madrid adota para blindar seus principais jogadores, e Cristiano Ronaldo também teve a mesma cláusula de 1 bilhão de euros em seu contrato. Com 21 gols e 20 assistências na temporada, é apenas o terceiro jogador da história dos Blancos a atingir tal marca (assim como Cristiano e Benzema), e é o atleta sub-21 com maior número de participação em gols (41) em 2021/22.