Pelo terceiro ano seguido, o Cruzeiro irá disputar a segunda divisão do Campeonato Brasileiro, e nas 76 rodadas dos anos anteriores, a Raposa nunca lutou pelo acesso à Série A, pior, ficou entre os 10 primeiros colocados apenas em duas oportunidades; time celeste inclusive lutou contra o rebaixamento para a terceira divisão.

O Cruzeiro terminou a temporada de 2021 com um gosto amargo, a permanência na Série B e sem nenhuma perspectiva de subir na competição que terminou em dezembro e o Cruzeiro ficou na 14ª colocação, com 48 pontos conquistados. Foram 0 vitórias, 18 empates e 10 derrotas. A Raposa marcou 42 gols e sofreu 44.  

Nas ediçãões de 2020 e a de 2021, o torcedor celeste só teve emoção, quando viu sua equipe lutar contra o rebaixamento para a Série C. E esse fato ocorreu muitas vezes. Inclusive, o time mineiro foi até lanterna ao término da segunda rodada de 2021. As derrotas para Confiança-SE (3 x 1), no Estádio Batistão, e CRB (3 x 4), no Mineirão, essa foi sua pior classificação em toda a história. 

Em 2020, o Cruzeiro também foi lanterna, mas graças a uma situação peculiar. O clube iniciou a Série B já em último mesmo com a vitória sobre o Botafogo-SP (2 x 1), no Mineirão. Isso aconteceu devido à punição de perda de seis pontos imposta pela Fifa pelo não pagamento de empréstimo do volante Denílson, na temporada de 2016. 

A Série B passou a ser disputada no formato atual em 2006. Desde então, 12 campeões brasileiros passaram pelo torneio: Atlético, Coritiba, Guarani, Sport, Bahia, Corinthians, Vasco, Athletico-PR, Palmeiras, Botafogo, Inter e Cruzeiro. Deste grupo, somente o Cruzeiro, não conseguiu voltar para a Série A. E pior: a Raposa nunca entrou no G4 e sequer brigou por uma vaga no grupo de acesso, passando longe dos quatro primeiros colocados.

 

 

Nas 76 rodadas disputadas, o Cruzeiro só ficou no top 10 em duas oportunidades. O "feito" aconteceu nas 29ª e 30ª rodadas da edição de 2020. Na época, o clube mineiro figurou em 10º lugar em ambas, com dois empates seguidos por 1 a 1: CSA, no Mineirão; e Avaí, na Ressacada.  

Todos os outros 11 campeões brasileiros da Série A, com passagem pela Série B, brigaram pela vaga e até conseguiram o acesso em algum momento. Atlético (2006), Coritiba (2007), Corinthians (2008), Vasco (2009), Palmeiras (2013) e Botafogo (2015) levantaram a taça. O Cruzeiro é o único campeão brasileiro na era dos pontos corridos que nunca brigou para voltar à divisão de elite.

O número de campões brasileiros na Série B em 2021 é, inclusive, recorde. São cinco ao todo. Coritiba e Botafogo estão no G4 e quase garantidos na Série A, Guarani corre por fora por uma vaga, enquanto Vasco precisa de um milagre, e o Cruzeiro, de novo, começa a se preocupar com o rebaixamento. A distância da Raposa para o G4 é de 14 pontos e, para o Z4 é de sete, mas pode cair para quatro ao fim da rodada.