O torcedor do Cruzeiro foi dormir na madrugada desta quinta-feira (22) feliz da vida com o retorno assegurado à elite do Campeonato Brasileiro. A vitória por 3 a 0 diante do Vasco cravou a primeira vaga para a Série A de 2023 e o time comandado por Paulo Pezzolano conseguiu tal feito na 31ª rodada da Série B, um recorde nunca antes alcançado. 

Antes, o melhor desempenho de um clube na Série B havia sido o Corinthians que, em 2008, assegurou o acesso na 32ª rodada. Foi o fim de um calvário iniciado ainda em dezembro de 2019, quando, pela primeira vez na história, a Raposa era rebaixada.

De lá para cá, muitos escândalos de corrupção na Toca vieram à tona, dívidas "brotavam" e retardaram o retorno celeste para a primeira divisão do futebol nacional. Eis que, em janeiro, Ronaldo Fenômeno anunciava a compra de 90% da SAF do Cruzeiro e se tornava sócio-majoritário do Clube celeste.

Com isso, a reputação da Raposa crescia ainda mais e possibilitou um planejamento melhor e totalmente diferente das duas temporadas anteriores. Com o comando do uruguaio Pezzolano, a Raposa fez uma Série B irretocável. Após a vitória sobre o Vasco e o acesso concreto, várias personalidades e jogadores parabenizaram os mineiros. 

Entre eles, o meia Éverton Ribeiro, hoje no Flamengo e convocado por Tite para amistosos da Seleção Brasileira. O jogador de 33 anos viveu um período mágico em Belo Horizonte e fez sucesso com a camisa cruzeirense na década passada. Participou do bicampeonato brasileiro, de 2013 e 2014, e fez questão de parabenizar o ex-clube nas redes sociais. 

"Cruzeiro, Cruzeiro, querido! Bem-vindo de volta! Parabéns!", escreveu Éverton, um tiquinho atrasado para comemorar o acesso da Raposa. "Obrigado, ídolo!", respondeu o perfil oficial do Clube no Twitter.