A temporada do futebol acabou, mas os times já se planejam para a temporada 2023. É o caso do América, que disputará a Sul-Americana e já começa a planejar as chegadas monitorando o mercado da bola. Quem revelou isso foi o diretor de futebol do clube, ascardo em entrevCista nesta sexta-feira (18) para a "Rádio 98".


Na entrevista, o dirigente afirmou que o time mineiro Alviverde tem como prioridade contratar atletas para atuar na defesa e um atacante eficiente: "Está claro que, com a saída do Paulinho Boia e do Pedrinho, nossa maior carência hoje são os atacantes de extremo, de velocidade. Isso, nós vamos buscar no mercado. Se você perguntar para os 20 diretores de futebol da Série A, essa é a principal carência do futebol brasileiro. Achar um atacante que desequilibra, que tem velocidade, habilidade e que faça gols".

 

 


O dirigente ainda falou sobre a carência em relação às laterais da equipe de Vagner Mancini, além de citar a necessidade goleiros: "Nós temos só o Marlon na lateral-esquerda. Pensamos na chegada de um lateral por ali, para poder dar um equilíbrio. A saída do Airton e do Jaílson, no meio do ano, faz com que tenhamos que ir atrás de um outro goleiro".

 

Para as posições citadas, o América conta com o goleiro titular,  Matheus Cavichioli e os reservas  Jory e Robson. Na lateral-esquerda, até contratar outro nome, o técnico Mancini terá à disposição apenas Marlon. João Paulo era o único reserva de origem, mas não deverá renovar com o Coelho.  Em alguns jogos, Danilo Avelar chegou a ser acionado, mas ele foi utilizado improvisadamente.