O Vasco da Gama vem de uma goleada para cima do Operário-PR, em São Januário, por 3 a 0, pela 14ª rodada do Campeonato Brasileiro Série B; os gols foram marcados por Quintero, Nenê e Carlos Palácios. Inclusive, o duelo com casa lotada serviu para que algumas discordâncias fossem expostas. 

Maurício Souza chegou mantendo o mesmo esquema de Zé Ricardo, o que parece estar ajudando neste momento de transição para um novo comando técnico. Entretanto, o técnico foi ousado diante do Fantasma e fez coisas que o antigo treinador não havia feito. Isso deu uma nova cara aos 11 iniciais. 

Além de ter colocado Figueiredo de #9, Maurício provou que um centroavante não precisa entrar para a saída de outro. Na mesma linha, lançou tendência e a reportagem do Bolavip Brasil aproveita o momento para fazer projeções do que pode acontecer nos próximos compromissos do Almirante no Brasileirão. 

Carlitos, que marcou um golaço de falta, entrou em campo, na semana passada, no lugar de Getúlio. Depois, Raniel foi a campo, mas na vaga de Gabriel Pec. Nenê aguentou um pouco mais. Atuando centralizado, o camisa 10 chegou a jogar ao lado do chileno que caiu nas graças da torcida. Ele saiu para a entrada de Matheus Barbosa. 

Ao fazer substituições que antes não estavam na rotina do vascaíno, M. Souza inventa moda e lança tendência para o decorrer da temporada. O Gigante da Colina volta a campo nesta quarta-feira (29), às 21h30 (horário de Brasília), no Jorge Ismael de Biasi, às 21h30 (horário de Brasília), contra o Novorizontino. A partida é válida pela 15ª rodada do BR22.