O Barcelona vive uma situação delicada no Grupo E da Uefa Champions League. O clube está na segunda colocação da chave, com sete pontos. Tem dois de vantagem para o Benfica, de Portugal, que vem na terceira posição. Cada uma das equipes fez cinco jogos na competição. Olhando assim pode parecer que os catalães estão em situação confortável. Mas a realidade é diferente. 

Na última rodada, o Barcelona encara o Bayern de Munique, líder do grupo, com cinco vitórias nos cinco jogos e já classificado para o mata-mata da competição continental. O Benfica busca a classificação diante do já eliminado Dínamo de Kiev, da Ucrânia. Os ucranianos não tem chance nem de buscar a vaga na Europa League. O confronto será em casa, no Estádio da Luz. 

Ou seja, o time de Jorge Jesus tem vantagem na projeção para esta rodada decisiva. O confronto do Barcelona é mais difícil. Quando encarou o Bayern, na abertura da Champions, no Camp Nou, os culés foram derrotados por 3 a 0. Entretanto este confronto pode ter uma novidade: portões fechados. É provável que os alemães não tenham os torcedores na Allianz Arena. 

De acordo com o jornalista Marcelo Bechler, o governador da Baviera (estado onde está localizado a Allianz Arena), afirmou que os estádios devem ser fechados na Alemanha. Esta medida será tomada por causa da nova variante da covid-19 que está causando preocupação nos governos europeus. 

O confronto entre Bayern e Barcelona está marcado para o dia 08 de dezembro, na próxima quarta-feira. A decisão sobre presença de público nos estádios deve ser decidida nos próximos dias. Na última vez que se enfrentaram em Lisboa, também sem torcida, o Barcelona foi goleado por 8 a 2.