O Atlético-MG entrou com um recurso para anular o gol do Palmeiras no Mineirão ou até mesmo que a partida refeita por alegar que o atacante Deyverson invadiu o campo bem na hora do ataque que cuminou no gol de Dudu, dando a classificação para a final para o Verdão, já que Copa Libertadores tem a regra do gol marcado fora de casa. O primeiro duelo da semifinal foi 0 x 0. 

 

Porém, nesta terça-feira (5), a decisão foi negada pelo pelo presidente da Comissão Disciplinar, Eduardo Gross Brown, e já foi divulgada no site da Conmebol. Se quiser recorrer, o Galo tem até 24 horas fazer o pedido na Comissão de Apelação da Conmebol.

 
Como o primeiro duelo, no Allianz Parque ficou em 0 x 0, o Palmeiras teria a vantagem do empate com gols no Mineirão, por conta da regra do gol fora, que vale mais na Copa Libertadores. O Galo abriu o placar, porém, sedeu o empate e acabou desclassificado da competição sul-americana. 
 

O Palmeiras vai enfrentrar o Flamengo, na decisão da Copa Libertadores, no dia 27 de novembro, no estádio Centenário, em Montevidéu, no Uruguai.