arrow_drop_down
search
Clive Rose/Getty Images Italy

Futebol Corinthians

3 janelas depois: Nico Gaitán fica livre no mercado e conversa com Corinthians segue "entalada"

Atacante de 33 anos deixou o Sporting Braga-POR e pode retornar ao continente no segundo semestre. Em janeiro/2020, Timão chegou a acertar salários e tempo de contrato, mas Tiago Nunes o vetou de última hora

Bolavip

Clive Rose/Getty Images Italy

Clive Rose/Getty Images Italy

Em janeiro de 2020, o Corinthians ficou muito próximo de anunciar o atacante Nico Gaitán, ídolo do Benfica e com passagem pelo Atlético de Madrid. O argentino, então com 32 anos, chegaria ao Brasil a custo zero e já tinha até acertado salários, tempo de contrato e luvas com o clube alvinegro, como informou a própria diretoria do Timão na época. Entretanto a chegada de Tiago Nunes fez o negócio melar. 

Naquele momento, Gaitán estava livre no mercado, quando foi oferecido ao Corinthians, depois de ter defendido o Chicago Fire, na Major League Soccer (MLS, em 2019). O Boca Juniors era sua prioridade, mas a derrota de Riquelme nas eleições presidenciais do clube xeneize inviabilizou a transação. O Alvinegro, então, virou a opção na época (a amigos, o jogador dizia que estava muito motivado para vir ao Timão). 

A recusa por parte de Tiago Nunes, então anunciado como novo técnico do Corinthians, chamou atenção, já que o elenco carecia de um ponta. Para o comandante, Gaitán já não estava em alto nível há alguns anos, além do longo tempo de inatividade - estava parado havia dois meses. 

A beirada do ataque continua sendo uma carência do elenco alvinegro, hoje comandado por Sylvinho. E não é que Gaitán está disponível agora no mercado? Na última quarta-feira (09), o atacante se despediu do Sporting Braga, de Portugal, em anúncio na sua conta pessoal do Instagram. 

 Nico Gaitán em jogo pelo Atlético de Madrid em 2016 (Foto: Aitor Alcalde/Getty Images Spain)

Mal deu tempo de Gaitán decidir qual seu destino na temporada, mas há fontes da Argentina que indicam que o atacante quer retornar ao continente. O Corinthians, vale citar, ainda não contratou nenhum reforço como política de austeridade do presidente Duílio Monteiro Alves. A direção só irá trazer em caso de atletas livres no mercado ou por empréstimo. 

No caso de Gaitán, ainda não há novo contato, porém o argentino teria que se adequar à realidade alvinegra - seu salário na Europa chegava próximo da casa de R$ 1 milhão por mês, algo fora de cogitação no CT Joaquim Grava. Eliminado da Copa do Brasil pelo Atlético-GO, o Timão só tem o Brasileirão para disputar em 2021. Neste sábado (12), o time de Sylvinho faz o dérbi com o Palmeiras, na casa do adversário. 

Temas:

Leia também


Cadastre-se

Você pode receber as últimas notícias na sua caixa de E-mail.