Quando a fase de um atacante é boa, tudo dá certo. E parece que no Fluminense, um atleta vem demonstrando que a frase é verdadeira e não é o do artilheiro Fred de quem estamos falando. Um novo goleador vem surgindo na equipe. Trata-se do jovem Luiz Henrique, cria da base do tricolor das Laranjeiras. O garoto marcou quatro vezes nos últimos quatro jogos e já pensa até em tomar o lugar do camisa 9.

“Fico muito feliz (com a boa fase). Isso é fruto de muito trabalho. Pessoal sempre fala comigo, me orienta, diz que eu tenho potencial muito grande e que basta eu acreditar em mim. Agora é continuar assim e, se Deus quiser, seguir ajudando muito o Fluminense, fazendo muitos gols que quem sabe aí roubar o lugar do Fred (de artilheiro)”, brincou o camisa 34, que completou sobre sua relação com Fred.

Eu aprendo muito com ele. É um cara muito experiente, que é muito fanático pelo Fluminense e que a torcida adora. No dia a dia ele passa muita orientação para a gente (ele e Caio Paulista), fala para jogar junto com ele, que quando ele tiver a bola e fizer o pivô, ele vai dar a bola em nós, vai fazer a gente ser feliz. Temos que continuar trabalhando e ouvindo muito o que ele tem a dizer que, assim, vamos crescer muito e conquistar muitas coisas boas”, contou Luiz Henrique.

Depois de marcar contra o RB Bragantino, a cria da base de Xerém ainda comentou sobre o grande objetivo da temporada: a volta à Copa Libertadores. O Fluminense está invicto no Brasileirão há sete jogos. "Nosso time está muito unido. Cada jogo nosso já é uma Libertadores, é uma decisão. São jogos difíceis e a gente sabe disso, mas estamos dando nosso máximo para voltar à Libertadores e colocar o Fluminense lá em cima, pois esse time merece muito”.

Luiz Henrique e companhia terão uma semana de descanso e treinos. O próximo compromisso do Fluminense será apenas no domingo (03), às 18h15, contra o Santos, na Vila Belmiro, pela 23ª rodada do Campeonato Brasileiro. O Tricolor carioca ocupa a oitava colocação, com 32 pontos, apenas um a menos do que o Corinthians, que é o primeiro time no G6.