A saída do goleiro Fábio do Cruzeiro foi melancólica para o atleta e a torcida. Após 17 anos jogando pelo time mineiro, o guarda-redes saiu a custa zero para o Fluminense. Mesmo aos 41 anos, o Tricolor fez a aposta de contar com o profissional para a temporada de 2022. A falta de uma despedida oficial fez falta à torcida cruzeirense, mas pior ainda é receber o ídolo no Mineirão como adversário.

Se preparando para o jogo de volta das oitavas da Copa do Brasil, Fábio volta ao estádio de Belo Horizonte na próxima terça-feira (12). Dessa vez, o goleiro entra no gramado que marcou sua carreira como visitante, buscando a classificação para os cariocas. O jogador vive boa sequência no Flu e atingiu a marca de sete jogos sem levar gols. Pelos resultados, o profissional credita no treinador da equipe: Fernando Diniz.

 

 

“Fico feliz ao saber desses números, porque eles refletem o trabalho que vem sendo feito por todo o grupo e pela comissão técnica. Temos conseguido fazer bons jogos, com consistência defensiva e oportunismo no ataque. O grupo está se empenhando para executar tudo aquilo que o Diniz tem nos passado”, analisa Fábio.

 

 

Esta semana é marcante para a torcida tricolor. O Fluminense vai se despedir de um ídolo na próxima partida: o centroavante Fred. Um dos maiores artilheiros do Clube e do futebol brasileiro, Frederico jogará a última partida como jogador profissional contra o Ceará. Às vésperas da partida, o goleiro Fábio exaltou a importância do jogo de sábado (9) e falou que os treinos serão essenciais nesta semana.

“Continuaremos trabalhando focados em nossos objetivos, porque ainda há muitos desafios pela frente e não queremos parar por aqui. No sábado já teremos mais uma partida difícil, no Maracanã. Por isso é importante aproveitar esta semana de treinamentos para corrigir o que for preciso e buscar evolução em todos os aspectos”, opina o goleiro.