O Flamengo contratou na última semana o técnico português Paulo Sousa. Agora, Marcos Braz e Rodolfo Landim começam a planejar o futuro da equipe para a temporada 2022. Antes de começar a procurar reforços para qualificar os cariocas, a dupla terá que segurar seus jogadores, que são destaques mundiais. Nomes como Gabigol, Bruno Henrique, Arrascaeta, Everton Ribeiro, David Luíz e Filipe Luís são referências mundiais.

E quem deve dar dor de cabeça para Marcos Braz e Rodolfo Landim nessa janela de transferências é o atacante Gabigol. O camisa 9, um dos xodós da torcida tem sido alvo de sondagens de times da Inglaterra. Na última segunda-feira (3), o West-Ham tentou a contratação do artilheiro por empréstimo e opção de compra no final da temporada, mas a diretoria rubro-negra vetou logo que recebeu a oferta. 

 

 

Agora, é o NewCastle que entrou em contato para contratar o brasileiro. Para vender o atacante, Rodolfo Landim e Marcos Braz, que querem contar com o profissional em 2022 no elenco já avisaram ao mercado que só irão abrir mão do camisa 9 se algum clube oferecer 33 milhões de euros (R$ 212 milhões). A informação é da equipe de reportagem do Globoesporte.com

 

 

O valor da cláusula é o dobro dos 16,5 milhões de euros acertados para compra junto à Inter de Milão, no início de 2020, quantia que ainda está sendo paga pelo Flamengo. Por não ter tudo muito sucesso nos times que passou na Europa, é provável que por esse valor pedido, Gabigol não deixe a Gávea tão cedo, ainda mais nessa janela de transferências. 

Além dos times ingleses, o Fenerbahçe buscou informações e demonstrou interesse em formalizar uma proposta. No entanto, o mercado turco não empolga o atacante brasileiro, que sonha estar na lista final de Tite para a Copa do Mundo.