Everton Cebolinha, Arturo Vidal, Guillermo Varela e Erick Pulgar foram as quatro contratações feitas pelo Flamengo nesta janela de transferências. No total, em 2022 a diretoria do Rubro-Negro injetou cerca de R$ 139,8 milhões no mercado da bola, contando os R$ 51,5 milhões no início da atual temporada. 

Oscar seria a cereja do bolo, mas acabou ficando no quase para retornar ao Brasil, onde é sua casa. Mesmo assim pode ser dito que ele acabou vestindo o Manto Sagrado. Pretendido pelo vice de futebol Marcos Braz, que tentou de tudo para contratá-lo ao Mais Querido, o camisa 8 do Shanghai tem até janeiro para retornar à China. Os chineses chegaram a se despedir do atleta, mas brecaram as documentações necessárias para que ele pudesse ser inscrito. 

 

O não envio dos documentos foi visto como uma “quebra de confiança”. Caso opte por atuar longe do futebol asiático, o ex-Chelsea ainda tem duas possibilidades em aberto: Espanha e Inglaterra. Com muita moral nestes dois centros, além de ter conversas em aberto na Europa, o jogador sabe até quando poderá negociar algo no Velho Continente. 

 

 

A janela em solo europeu, especificamente nos países citados anteriormente, fecha apenas no dia 1º de setembro. Desta forma, o craque com passagens por Internacional e São Paulo ainda pode viver uma reviravolta nos próximos 15 dias. A reportagem do Bolavip Brasil confirma que existem sondagens. 

A torcida do CRF ficou na expectativa de tê-lo neste momento. Por outro lado, uma ida ao futebol espanhol ou inglês pode até facilitar uma chegada ao Rio de Janeiro no futuro, isso pensando em um cenário que o Shanghai estaria fora da jogada. Sem o Flamengo no páreo fica mais fácil que uma reviravolta fora do BR aconteça.