Com a iminente chegada de Vítor Pereira ao comando técnico do Flamengo, o torcedor do Mais Querido já está imaginando como a equipe vai atuar na próxima temporada. Vale lembrar que o português possui um estilo muito diferente que o seu antecessor, Dorival Júnior, que conquistou a Copa Libertadores da América e a Copa do Brasil para o Rubro-Negro Carioca. 

 

 

Com a reapresentação do elenco marcada para o dia 26 de dezembro, VP pode variar o esquema tático que tanto deu certo na temporada de 2022, isso porque o treinador é um adepto 4-3-3 e do 4-2-3-1, formações que costumam utilizar jogadores de velocidade e drible para o ataque pelos lados do campo. Com isso, dois jogadores que foram menos utilizados com Dorival, podem ter mais oportunidades na próxima temporada. Trata-se de Everton Cebolinha e Marinho.

 

 

Com esse esquema, imagina-se um Flamengo com Marinho atuando pelo lado direito e Everton pelo esquerdo. No Corinthians, ele costumava escalar Róger Guedes na esquerda, com Adson e Gustavo Mosquito disputando posição na direita, além de ter Yuri Alberto como referência. Porém, ainda há uma dúvida, isso porque Gabigol e Pedro foram decisivos na temporada. A Nação está preocupada com o fato do português cogitar tirar um deles do time titular.

 

 

Em algumas ocasiões, na equipe paulista, Vítor Pereira escalou jogadores de mais cadência pelos lados do campo, como foi o caso de Giuliano e Mateus Vital. Dessa forma, não está descartada a possibilidade de Arrascaeta ou Everton Ribeiro atuarem mais pelo lado do gramado, ao invés de centralizados. Dessa forma, sobraria ou para Everton Cebolinha ou para Marinho.

 

 

 

Vítor Pereira e Flamengo estão acertados verbalmente e a assinatura está muito próxima. Ainda assim, as duas partes ainda estão agindo com cautela, isso porque o português ainda tem contrato com o Corinthians até o dia 31 de dezembro, evitando que o anúncio seja feito antes disso. Além disso, tudo é feito com muito cuidado pela forma que o treinador saiu do Corinthians.