O Flamengo quer contratar pelo menos de quatro a cinco reforços na janela do meio do ano, sendo dois volantes e um ponta-direita. Laterais e zagueiros, se surgir uma boa oportunidade, será considerada. Isso foi dito por uma pessoa do clube para o jornalista Venê Casagrande. 

Sampaoli no Flamengo - Foto: Thiago Ribeiro/AGIF
Sampaoli no Flamengo - Foto: Thiago Ribeiro/AGIF

A lista ainda pode aumentar, chegando a sete atletas, com a inclusão de um meia para revezar com Arrascaeta, que voltou recentemente de contusão, além de um ponta pela esquerda, disputando posição com Éverton Cebolinha e Bruno Henrique, que também retornou recentemente.

Desde a sua chegada no Clube carioca, o técnico Jorge Sampaoli diminuiu a minutagem de quatro dos cinco principais crias da base do Flamengo. Igor Jesus, Victor Hugo, Matheus Gonçalves e Matheus França estão jogando menos no Fla, com somente Wesley ganhando bons minutos. Outro que já não vinha atuando e perde espaço com o goleiro Hugo. 

O camisa 45 foi revelado na Gávea e chamou a atenção em 2020, sendo grande destaque do time que enfrentou o Palmeiras, quando o Flamengo teve um surto de covid-19. Na ocasião, o jovem teve sequência, mas foi apresentando falhas, até o ano passado, que minaram a sua vida no Rio de Janeiro. Hugo deve ser negociado e não joga mais pelo Clube, de acordo com o Extra. 

"Uma saída certa nesse período é do goleiro Hugo, hoje terceiro reserva. Matheus Cunha também tem a situação indefinida, pois seu contrato termina no fim do ano e não houve ainda a renovação. O Flamengo aguarda a chegada do argentino Rossi para disputar posição com Santos", escreveu a publicação.