Com os olhares atentos dos dirigentes do Flamengo, o vice-presidente de futebol Marcos Braz e Diretor Executivo Bruno Spindel, o Benfica perdeu por 3 a 0 para o Porto fora de casa e foi eliminado da taça de Portugal nesta quinta-feira (23). O resultado animou os torcedores flamenguistas, que ainda acreditam no retorno de Jorge Jesus ao clube carioca.  

 

O técnico vem sendo pressionado no cargo, e não esteve no banco de reservas por estar cumprindo uma suspensão de 15 dias por críticas a arbitragem. Nas redes sociais a torcida Rubro-Negra elegeu o centroavante Evanílson como craque do jogo. E já aos 30 segundo da partida, o brasileiro Evanílson aproveitou uma cobrança de lateral e acabou surpreendendo a equipe rival, abrindo o placar para o Porto. O lateral esquerdo Filipe Luís também estava presente acompanhando a torcida pela arquibancada.  

Após ter sido campeão da Copa Libertadores da América e do Campeonato Brasileiro em 2019, além de vencer o Campeonato Carioca em 2020 e a Supercopa do Brasil, o técnico Jorge Jesus se tornou ídolo do Flamengo. Mas o retorno do comandante à equipe ainda não é certeza de conquista de títulos, traz uma alta expectativa que pode sujar uma imagem que é apenas positiva entre os flamenguistas.  

Mas para tirar Jorge Jesus do comando do Benfica juntamente com todo a sua comissão técnica o Mais Querido terá que desembolsar 6 milhões de euros, cerca de R$ 39 milhões na cotação atual, e o contrato do técnico vai até o final da temporada, junho de 2022. Apesar de ser um dos clubes mais estáveis financeiramente no futebol brasileiro, a diretoria não está disposta a pagar esse valor para ter o português.