Nesta segunda-feira (6), aconteceram as entrevistas coletivas que antecedem o duelo entre Flamengo e Al Hilal, pelo Mundial de Clubes, que acontece no Marrocos. O duelo está marcado para esta terça-feira (7), às 7h, e tanto o técnico do Mengão, Vítor Pereira, quanto o técnico do Al Hilal, Ramón Díaz foram expostos a uma pergunta que deixou a atmosfera tensa durante o encontro com jornalistas.

Um repórter da Arábia Saudita disparou a pergunta aos representantes supracitados sobre um suposto clima entre a imprensa brasileira, que teria se posicionado afirmando que o Al Hilal é um adversário fácil. David Luiz também estava na coletiva e estranhou a pergunta, porém, Vítor Pereira tomou à frente e respondeu: "A semifinal anterior eu não estive presente (contra o Flamengo, em 2019), mas conheço o valor do Al Hilal. Não sei se, no Brasil, o conhecimento do Al Hilal se reporta ao torneio anterior, mas eu conheço bem porque lá estive por um ano. Sei a dimensão do clube, todos os anos lutam por títulos, tem jogadores de qualidade. Com certeza será um jogo de dificuldade, temos que estar atentos", cravou o comandante Rubro-Negro estancando qualquer polêmica.

Porém, durante a entrevista de Ramón Díaz, a pergunta voltou a gerar climão, no entanto, um jornalista espanhol fez questão de se intrometer e alertar Díaz: "Isso não é verdade. Isso não está sendo falado", afirmou o jornalista da Espanha, se dirigindo ao treinador argentino. Ramón respondeu de bate e pronto: “Nossa equipe é tricampeã da Liga de Ásia, campeã da Copa do Rei, tem 13 ou 14 jogadores na seleção, mas o mais importante é que há de se jogar, competir". 

Para finalizar, o técnico do Al Hilal alfinetou a organização do torneio: “Tivemos um jogo 48 horas antes, e o Flamengo terá a mesma vantagem que o Real Madrid, vai jogar diretamente a semifinal. Me parece que temos que corrigir, porque senão terão vantagem esportiva", reclamou Ramón Díaz.