Gols marcados nos últimos três jogos do Flamengo, tendo balançado as redes 45 vezes com a camisa rubro-negra em 90 jogos, além de ter sido o autor de uma bela assistência, de letra, na noite desta quarta-feira (13), para Kenedy marcar. Assim pode se resumir a presença do atacante Pedro na vitória contra o Juventude.

Acostumado a ser servido pelos companheiros, o centroavante é reconhecido pela qualidade que tem com a bola nos pés e mostrou isso quando deixou o companheiro na cara do gol para abrir o placar contra o Juventude, no Maracanã. Pedro recebeu de Kenedy e devolveu de letra. Após o fim do jogo, ele comentou sobre a bela jogada.

"Foi um lance mais difícil (a assistência) do que o do gol. Recebi a bola do Michael e foi só empurrar para o gol, mas o passe foi um lance mais difícil. Mas a gente trabalha para isso. O Kenedy foi bem no primeiro jogo dele como titular. O time todo esteve bem e é a vitória que importa sempre", disse Pedro em entrevista ao canal "Premiere".

Durante parte do jogo, o Atlético-MG, líder da competição, chegou a estar perdendo, o que deixava o Flamengo dependendo apenas de si para ser campeão. O atacante foi questionado sobre a situação e fez questão de mostrar que a equipe está focada em fazer a sua parte para depois pensar nos adversários.

"A gente tem que se preocupar sempre em fazer a nossa parte e vencer os jogos. O Flamengo se preocupa muito com isso e é continuar evoluindo e crescendo para tentar chegar mais próximo do Atlético-MG para tentar conquistar o título do Campeonato Brasileiro novamente", finalizou.