Especulado em diversas trocas, o futuro de Russell Westbrook ainda é incerto no Los Angeles Lakers. No entanto, o novo técnico da franquia, Darvin Ham, admitiu que deseja contar com o camisa 0 e teria um plano traçado para realçar o "papel" dele no time, tão criticado por seu desempenho abaixo da crítica na última temporada. 

"Descartaram-no prematuramente. Estão contando Russell como peça fora do jogo cedo demais. Nós já tivemos ótimas interações, sobretudo, em pessoa. Jantamos juntos, falamos ao telefone e, além disso, trocamos mensagens. Tenho um plano de como utilizá-lo, em suma. E aposto que, no final das contas, ele vai 'florescer' nesse novo papel", afirmou o treinador, em entrevista concedida ao site Andscape.

Apesar da declaração, os rumores sobre uma possível saída de Westbrook do Lakers continuam. Nesta semana, houve a informação de que a franquia mantinha conversas com o Brooklyn Nets a fim de realizar uma operação de troca que envolveria Kyrie Irving, outro armador que tem futuro indefinido. Mesmo assim, Ham teceu elogios ao camisa 0, que optou pela renovação automática de seu contrato com Los Angeles. 

"Eu adoro Russell, pois amo a sua mentalidade e abordagem. Tenho problemas em ver um jogador com os seus feitos e magnitude, por exemplo, ser tão odiado pelas pessoas. Já sentamos juntos, por isso, e expliquei-lhe o que estou planejando. Não pretendo tentar podar sua energia, mas sim redirecioná-la e diversificá-la", disse o técnico, fazendo mistério sobre o planejamento que teria pensado. Ham, ainda, confirmou que deseja ver Westbrook entre os seus titulares: "Russell, certamente, vai ser titular em meu time. É assim que encaro a sua função porque ele sintetiza o jeito como vamos jogar", completou.