A Aston Martin de Sebastian Vettel e Lance Stroll terminou a temporada de 2021 da Fórmula 1 na sétima colocação entre os construtores. Vettel e Stroll chegaram a estar entre os dez primeiros e pontuaram para a escuderia britânica, mas nada que pudesse ir muito além. Nesta sexta-feira (14), visando começar um novo planejamento para a nova temporada, mudanças internas vieram na Aston Martin.

De acordo o portal "F1Mania", a escuderia anunciou que o ex-chefe de automobilismo da BMW, Mike Krack, foi nomeado seu novo chefe de equipe na Fórmula 1. Krack trabalhou para a BMW desde 2014, liderando a operação global de automobilismo da fabricante alemã. Ele supervisionou os programas de Fórmula E, GT e IMSA, da BMW, bem como sua expansão planejada para a nova fórmula LMDh para IMSA e WEC, incluindo as 24 Horas de Le Mans.

Vale lembrar que na semana passada, a Aston Martin confirmou que Otmar Szafnauer deixou o cargo de chefe de equipe com efeito imediato, deixando o cargo vago. Szafnauer estava no comando da equipe desde 2009, quando o time ainda se chamava Force India e seguindo durante as mudanças de nome da equipe.

Krack declarou: “É uma emoção e uma honra ter sido nomeado para o cargo de chefe de equipe da Aston Martin Cognizant F1 Team, e sou muito grato a Lawrence (Stroll) e Martin (Whitmarsh) por me darem uma oportunidade tão fantástica. A Aston Martin é uma das maiores marcas automotivas do mundo, e ter sido convidado a desempenhar um papel de liderança na entrega do sucesso na Fórmula 1, que um nome tão ilustre merece, é um desafio que pretendo abraçar com energia e entusiasmo.”