De acordo com o jornalista Leo Dias, o influenciador Iran Santana Alves, conhecido por Luva de Pedreiro, teria que repassar 30% do valor de todos os seus contratos ao seu ex-empressário, Allan Jesus, por determinação judicial. Contudo, Falcão, o novo representante do jovem, falou que isso não irá acontecer. Allan só terá direito a receber a sua parte dos contrato de quando ainda agenciava o garoto.

De acordo com a liminar, Luva de Pedreiro teria que repassar 30% do faturamento dos novos contratos para Allan. Isso aconteceria até chegar aos R$ 5,2 milhões, o suposto valor da rescisão contratual entre Iran e o antigo empresário. Falcão explicou melhor sobre esse porcentual:

“Ele tem os direitos sobre os contratos fechados. Até acho justo. Direito dele, desde que o menino também receba o que é de direito dele. Mas, como eu falei, sobre o direito das operações feitas. Daqui pra frente, as operações já não serão mais dele, automaticamente ele passa a não ter direitos.”

Falcão comentou que o caso do influenciador em relação ao antigo empresário será resolvido totalmente na Justiça. Contudo, o ex-jogador de futsal destacou que tamém é contra os ataques ao ex-empresário do Luva de Pedreiro e sua família. “O que é dele tem que ser dele por justiça. O caso dele com o Iran vai ser resolvido. [...] A gente é contra as pessoas atacarem ele e a família dele, do ex-empresário", disse.

Falcão finalizou dizendo que deseja que Iran e Allan recebam todos os valores na qual têm direito, em relação aos contratos da época em que o empresário cuidava da carreira do influenciador. “Que seja resolvido do contrato de vigência com os direitos de ambos e que daqui pra frente, ele, obviamente, não terá mais direitos”, finalizou.