Um caso inesperado ocorreu esta semana em Alcaparrosa, uma área de extração mineral que faz parte da mina Candelária e que fica posicionada na comunidade de Tierra Amarilla, dentro do deserto de Atacama no Chile, um dos mais famosos do mundo, onde um grande buraco surgiu no chão inesperadamente.

A fissura apresenta cerca de 32 metros de diâmetro e 64 metros de profundidade e assustou as autoridades locais: “Recebemos no sábado uma reclamação dos cidadãos da comunidade sobre um sumidouro que teria ocorrido aqui na nossa comunidade”, disse o prefeito da área, Cristóbal Zúñiga.

Em uma entrevista publicada em seu perfil no Facebook, Cristóbal afirmou que está preocupado com o caso: “Estamos preocupados, pois é um medo que sempre tivemos como comunidade, o fato de estarmos cercados por jazidas de mineração e obras subterrâneas sob nossa comunidade”, acrescentou.

Alguns técnicos da Seremi (Secretaria da Região Ministerial) de Mineração da Região do Atacama, foram até o local avaliar a cena e afirmaram que a mesma não oferece riscos aos moradores dali. Por enquanto, o buraco continuará sendo inspecionado.