Mesmo com o futebol brasileiro com as competições encerradas antecipadamente no calendário em decorrência do início da Copa do Mundo no Catar, o Corinthians não quer ficar esperando o tempo passar e já vai realizando uma série de movimentações nos bastidores, especialmente as que são tratadas como mais essenciais ao planejamento.

 

 

Depois de perder Vítor Pereira, que está muito próximo de assinar no Flamengo, a diretoria já confirmou que Fernando Lázaro é quem assume neste momento, mesmo que a Fiel não tenha aprovado 100% essa escolha. Agora com o novo comandante, a busca por reforços deve seguir, mas com uma nova lista, já que a anterior eram preferências do português.

 

 

Quem já vinha negociando e deve mesmo pintar no Parque São Jorge é Ángel Romero. No início da noite da última segunda-feira (28), o paraguaio, de 30 anos, se despediu do Cruz Azul, do México, com o qual tinha contrato até 31 de dezembro deste ano: "Obrigado, Cruz Azul, por me dar a oportunidade de ser parte de sua história. Só me restam palavras de agradecimentos. Desejo o melhor para o futuro! Vamos, Máquina!", escreveu o paraguaio.

 

 

Desta forma, o Timão tem o caminho livre para finalizar as questões e confirmar o retorno, até porque a diretoria corintiana já tem um acordo encaminhado com o atacante. A expectativa atualmente sobre a oficialização do novo vínculo é que não deve tardar em acontecer, tanto que o gringo deve estar presente na apresentação do elenco, no dia 14 de dezembro.

 

 

É importante salientar que Romero voltará ao Corinthians sem custos de transferência, já que estará livre no mercado. Nessa linha, apenas caberá aos paulistas bancar os salários e luvas. Com a lesão de Mosquito, trazer um jogador da posição era uma prioridade, então a tendência é que o atacante seja o primeiro reforço para 2023.