Em entrevista nesta semana, o presidente do Corinthians, Duílio Monteiro Alves, confirmou que o goleiro Ivan, da Ponte Preta, interessa ao técnico Sylvinho. Obviamente que o cartola evitou dar o negócio como fechado, mas rasgou elogios ao jogador de 24 anos, que está em tratativas de se transferir ao CT Joaquim Grava em 2022.

A Ponte informou que liberou Ivan para fazer exames médicos no Corinthians, mas o goleiro testou positivo para Covid-19, o que vai adiar as avaliações. Embora tenha 100% do atleta, a Macaca não deve receber nada pela transferência ao Corinthians, pois acumula dívidas na casa dos R$ 12 milhões com a Elenko Sports, empresa que gere a carreira do arqueiro.

Ivan é visto pela direção do Corinthians como substituto direto do experiente Cássio, que renovou seu contrato no clube nos primeiros dias de 2022. Por outro lado, a vinda do atleta da Ponte deve tirar ainda mais o espaço do jovem Matheus Donelli. Seu staff já comunicou ao Alvinegro que vai buscar novo destino ao jogador. Ele é agenciado por Jorge Mendes, empresário de respeito na Europa e com ninguém menos que Cristiano Ronaldo como principal cliente.

A tendência é que nos próximos dias o staff de Donelli apresente propostas à direção do Timão, que detém 100% dos direitos econômicos do jogador. O colega Guilherme Ramos, do Bolavip Brasil, apurou que o nome do goleiro do Corinthians foi levado por intermediários ao Arsenal, da Inglaterra, em 2021.

Campeão sub-17 com a Seleção Brasileira em 2019 e reserva imediato de Cássio em 2021, Donelli já estava sendo observado pelo Arsenal a longo prazo naquele momento. O departamento de scout dos Gunners, que tem Edu Gaspar, ex-Timão, na equipe, recebeu um documento com 19 páginas sobre o jovem goleiro do Alvinegro.