O Corinthians tinha um cenário quase perfeito na 25ª rodada do Brasileirão. Os times à sua frente estavam envolvidos em confrontos diretos, o Timão tinha uma invencibilidade de dois jogos e poderia, enfim, voltar ao G-4 após quase dois anos. Faltou combinar com o Sport.

As derrotas de Fortaleza e Palmeiras garantiriam ao Corinthians a terceira colocação na Série A, atrás somente de Atlético-MG e Flamengo. Porém, o gol de Paulinho Moccelin, aos 36 minutos do segundo tempo, teve efeito reverso: o clube, na verdade, perdeu a sua invencibilidade e caiu para a 6ª posição, atrás do Red Bull Bragantino, que venceu o Palmeiras.

Com 37 pontos e na 6ª colocação, o Timão agora tem chances iguais de classificação à Copa Libertadores e à Copa Sul-Americana, de acordo com o Departamento de Matemática da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), com 46,8% para cada um desses cenários.

O único clube garantido na Libertadores é o Atlético-MG, que já chegou aos 53 pontos. O Flamengo, logo atrás com 42, tem 98% de chance de classificação. Fortaleza (71,6%), Palmeiras (71,5%), Bragantino (64%) fecham o G-6. O Internacional vem logo atrás, em 7º, com 41,4%.

As vagas para a disputa das competições internacionais ainda estão em aberto porque o Campeonato Brasileiro pode ter um G-9. Como as finais da Libertadores e da Copa Sul-Americana serão disputadas somente por times do país, mais duas vagas devem surgir, caso os times terminem a competição dentro do G-6.