O Corinthians está muito vivo na Copa do Brasil após golear o Santos por 4 a 0 no jogo de ida das oitavas de final, mas agora se prepara para enfrentar o mesmo adversário, também na Neo Química Arena, só que pelo Campeonato Brasileiro. A equipe comandada por Vítor Pereira quer seguir buscando a liderança, que atualmente é ocupada pelo Palmeiras.

 

 

Fora dos gramados, a diretoria não perde um minuto sequer, buscando a todo custo mais reforços, que possam chegar e agregar qualidade ao elenco, especialmente em posições que são aprovadas pela comissão técnica. Com a nova imposição da Fifa, sobre os atletas que estão vinculados com equipes a Rússia e Ucrânia, o Timão aumentou o leque de possibilidades.

 

 

Com a saída de Jô, que rescindiu o contrato após problemas extracampo, além das dificuldades até aqui de Júnior Moraes, um dos desejos corinthianos é trazer um novo centroavante, que chegue com status de titular e possa dar conta do recado. Após investidas sem sucesso por vários nomes, um novo "plano A" foi escolhido pelos dirigentes.

 

 

Trata-se de Yuri Alberto, do Zenit, que foi revelado pelo Santos, passou pelo Internacional e chegou a ser objeto de desejo do Palmeiras recentemente. Ao saber da possibilidade de perder seu artilheiro, o treinador da equipe de São Petersburgo, Sergey Semak, em declarações nesta sexta-feira (24), confirmou que o brasileiro deve sim mudar de ares:

 

 

"Agora a prioridade do jogador é jogar em outro clube por algum tempo. Respeitamos a decisão de cada jogador. Tudo está sendo negociado. Claro que vai fazer falta. A situação está mudando muito rapidamente. Faz parte do trabalho da comissão técnica fazer algumas mudanças e mudar o jogo com base em quem está no time", declarou o comandante, conforme publicou o "LANCE!".