Com três jogos sem perder, vindo de uma vitória por 1 a 0 sobre o Goiás no último domingo (19), na Neo Química Arena, o Corinthians se solidificou na briga pelo título do Campeonato Brasileiro. Com 13 rodadas disputadas, o alvinegro paulista soma 25 pontos, três atrás do rival Palmeiras, líder da competição. O bom momento da equipe de Vítor Pereira passa, também, pela força corintiana em casa.

Em Itaquera, a força da torcida alvinegra tem feito a diferença nos jogos, uma vez que o Timão é o melhor mandante do Brasileirão. E até mesmo os rivais vêem a Fiel como “perigosa" quando vão à Neo Química Arena. Abel Braga, que deixou o Fluminense recentemente, comentou sobre a experiência de jogar contra o Corinthians nessa situação em entrevista ao podcast “Cara a Tapa”, do jornalista Rica Perrone.

Abel não ficou em cima do muro ao ser perguntado sobre a pior torcida de se enfrentar no futebol brasileiro: para ele é a do Timão, principalmente por apoiarem a todo o momento. “Hoje, a torcida do Corinthians é a pior para se jogar contra. Eles não param de cantar. O time pode estar perdendo ou ganhando, eles só vão vaiar e xingar quando o jogo acabar, mas até que o jogo acabe não fazem isso. É uma loucura", disse.

Em sua longeva carreira como técnico, Abel Braga tem um retrospecto ruim contra o Timão. Ele enfrentou o Corinthians em 23 oportunidades, com oito vitórias e quatro empates, mas acabou sendo derrotado em 11 jogos. As três próximas partidas do alvinegro também serão em casa: enfrentará o Santos duas vezes, nesta quarta-feira (22) e no sábado (25), e o Boca Juniors, pela Libertadores, na próxima terça-feira (28).