O Corinthians entra em campo nesta terça-feira (24) às 20h, diante do Guarani, pela 4ª rodada do Campeonato Paulista, visando somar mais 3 pontos dentro da Neo Química Arena em busca da liderança de seu grupo. Depois de um empate amargo contra a Inter de Limeira, a equipe comandada por Fernando Lázaro quer se reencontrar com a vitória antes do Majestoso no próximo final de semana.

 

 

O aproveitamento quando é mandante segue alto, mas é só sair da Arena para que o rendimento comece a ser questionado, algo que vem incomodando bastante. Dessa forma, o jogo diante do São Paulo deve ser um divisor de águas para a nova comissão técnica, até mesmo pelo fato de ser um adversário da elite do Brasileirão.

 

 

Fora dos gramados, da mesma forma que Lázaro, a diretoria tenta resolver o quanto antes os problemas que estão incomodando bastante nos bastidores. Resta claro que a prioridade no Timão é a chegada de um novo meio-campista, que tenha qualidade o suficiente para disputar a posição ou jogar ao lado de Renato Augusto, tomando conta da criação de jogadas.

 

 

 

Porém, se a chegada desse armador é muito desejada, os dirigentes corinthianos querem anunciar uma situação que a Fiel nunca mais iria reclamar: a saída de Luan. Considerado uma das piores contratações da história do Alvinegro, o ex-Grêmio não está nos planos e deve ser negociado assim que uma oferta interessante chegue ao Parque São Jorge.

 

 

De acordo com o portal Torcedores.com, em apuração junto com Felipe Luna, do Canal do Luna, que cobre o dia a dia do Sport, nenhuma proposta foi feita por parte do Leão, até mesmo pelo fato de que os dirigentes por lá negam que tenham procurado o jogador. Porém, nos bastidores, a contratação de Luan é vista com bons olhos no Recife, desde que ele viesse sem custos, pois pessoas ligadas ao clube acreditam que os pernambucanos pode, recuperar o meia, assim como fizeram com Marlone.