Equipe com mudanças

Neste sábado, o Brasil enfrentou o México no estádio Kyle Field, nos Estados Unidos, em amistoso preparatório para a Copa América, que ainda contará com uma partida amistosa contra o próprio Estados Unidos, na próxima quarta-feira (12).

Endrick comemora seu gol pela Seleção Brasileira em amistoso contra o México. Foto: Omar Vega/Getty Images.
© Getty ImagesEndrick comemora seu gol pela Seleção Brasileira em amistoso contra o México. Foto: Omar Vega/Getty Images.

O Brasil venceu o México por 3 a 2, com gols de Andreas Pereira, Martinelli e Endrick. Procurando fazer testes, o técnico Dorival Jr. começou o jogo com os jogadores reservas.

Alisson; Guilherme Arana, Bremer, Éder Militão e Yan Couto; Éderson, Douglas Luiz e Andreas Pereira; Gabriel Martinelli, Savinho e Evanilson foram os escolhidos para iniciar a partida.

Primeiro tempo tranquilo

Logo aos cinco minutos, Andreas Pereira deixou dois marcadores mexicanos no chão em um corte seco dentro da área, chutou firme no canto direito do goleiro para abrir o placar.

Sofrendo com a falta de entrosamento, e com um campo com cinco metros a menos na laterais, devido o estádio ser de futebol americano, o Brasil sofreu na saída de bola.

Endrick merece ser titular no amistoso contra os Estados Unidos?

Endrick merece ser titular no amistoso contra os Estados Unidos?

0 PESSOAS JÁ VOTARAM

O goleiro Alisson em certos momentos se mostrava inseguro, e errou passes que não costumar errar. Com o México pouco criando, o primeiro tempo acabou 1 a 0 para o Brasil.

Gol salvador

No segundo tempo, aos 9 minutos, em jogada de Yan Couto pela direita, Martinelli chegou dentro da área para marcar. O gol trouxe alívio momentâneo e Dorival mexeu no time.

Entraram Vini Jr., Bruno Guimarâes, Endrik e Paqueta, os considerados titulares. Porém, a seleção mexicana não entregou o jogo e foi para cima, diminuindo a vantagem brasileira com Quiñonez aos 28 minutos da segunda etapa.

Já nos acréscimos, quando o jogo se encaminhava para o empate, Martínez empatou para os mexicanos, em uma bola que ele próprio cabeceou, o goleiro Alisson rebateu e voltou para Martínez, que chutou no contrapé do goleiro.

Porém, o Brasil foi guerreiro, e em um cruzamento e Vini Jr. sob medida, Endrick deu de casquinha e deu números finais ao jogo. Fina de partida, México 2 x 3 Brasil.  

O que dizem os brasileiros nas redes sociais