A torcida do Santos não está nada feliz com o desempenho da equipe neste começo de ano. O time de Odair Hellmann ainda não se encontrou durante os primeiros jogos do Campeonato Paulista e a corneta está muito grande. Os torcedores entendem que, mesmo sendo um trabalho no início, dava para o time apresentar uma melhor performance.

 

 

 

O que não é novidade é como o Santos vem sendo prejudicado pela arbitragem. Tudo bem que a equipe não estava jogando nada contra o São Bernardo, mas houve um pênalti claríssimo no fim da partida em cima do Nathan que o árbitro nem sequer foi olhar no VAR. Aliás, esse é um dos motivos que a direção santista ficou muita irritada ficará ainda mais.

 

 

Nesta terça-feira (24), o portal Diário do Peixe informou que a FPF (Federação Paulista de Futebol) divulgou os áudios do VAR, mas não consta o diálogo sobre a não marcação de pênalti. Todo lance polêmico é revisto pela arbitragem e na teoria o juiz não foi chamado porque na avaliação deles não houve pênalti.

 

 

Isso, no entanto, não foi bem explicado justamente porque não há o áudio sobre o lance: “A FPF, porém, não divulgou o áudio deste momento. O DIÁRIO DO PEIXE pediu um posicionalmente junto à entidade Paulista, mas até o fechamento da matéria não obteve resposta”, disse um trecho da reportagem do portal.

 

 

Com certeza o Santos está sabendo do assunto e vai novamente pedir um esclarecimento. Na última coletiva, Falcão já tinha reclamado bastante: “Bem, nós tivemos ano passado uma reunião de duas horas com a comissão de arbitragem da Federação Paulista e a reunião foi muito boa. O que não foi bom foram as decisões da arbitragem hoje e eu só vim aqui porque sei que vocês…ou não foi unanimidade o pênalti no Nathan? Se não foi eu encerro aqui. Estou errado ou não? Hein? (…) Nós ficamos duas horas em uma reunião com alguns treinadores e a comissão de arbitragem. Nós queremos ter os melhores árbitros, hoje não tivemos isso e esse lance pode mudar resultado”, disse.