O Santos adotou uma nova postura internamente. Nenhum jogador formado nas categorias de base será promovido ao elenco profissional com o contrato curto ou perto do fim. Isso porque o Clube quer blindar possíveis tentativas de negócios longe das cifras que a alta cúpula alvinegra entende como plausíveis em determinadas situações. 

Andrés Rueda, presidente do Peixe, vem trabalhando lado a lado com o diretor de futebol, Edu Dracena. Juntos, ambos vem encontrando sintonia nos bastidores da Vila Belmiro. Nesta linha, o Alvinegro Praiano conseguiu resolver uma pendência que estava sendo uma pedra no sapato, principalmente porque os europeus estavam na cola. 

O setorista Lucas Musetti trouxe novidades nesta terça-feira (21). A informação do jornalista, segundo publicado no UOL Esporte, dá conta de que o time da Baixada Santista acertou a renovação do zagueiro Jair. O jovem de 17 anos está sendo preparado para estrear na equipe de cima, mas ainda não tem previsão de quando isso acontecerá - e pode nem ser esse ano. 

“Jair recusou a investida italiana em busca do sonho de se tornar jogador profissional do Santos. A proposta envolvia cifras milionárias para se transferir em 2023, quando o defensor completará 18 anos. Diante desse assédio, o Santos valorizou o Menino da Vila financeiramente”, informou Musetti. 

O comunicador do UOL Esporte acrescentou: “O Santos sabe do talento de Jair e monitora o zagueiro, mas ainda não promete a promoção ao elenco profissional neste ano”, frisou. Atualmente, o técnico Fabián Bustos tem os seguintes nomes à disposição no setor defensivo: Robson, Luiz Felipe, Emiliano Velázquez, Kaiky, Eduardo Bauermann e Maicon.