O Santos venceu de virada o Universidad de Quito por 3 a 2 na última quarta-feira (13), no estádio da Vila Belmiro, e somou os primeiros três pontos na Copa Sul-Americana. Essa vitória é importante para as pretensões do Alvinegro Praiano na temporada, que é avançar de fase na competição. A equipe contou com a boa atuação da dupla de reforços equatorianos Bryan Ângulo e Jhojan Julio, que marcaram pela primeira vez com a camisa do Peixe.  

 

A atuação de William Maranhão deixou a desejar e gerou críticas na imprensa e em parte da torcida. O volante foi anunciado pela equipe paulista há 15 dias e desde a sua chegada vem sendo contestado. Durante coletiva de imprensa na sua apresentação o jogador ressaltou que quer fazer esses torcedores mudarem de opinião. "A única forma de trazer toda torcida do Santos para mim é jogando ao máximo, dando minha vida, raça, vencendo jogos. Assim que eu vou trazer a torcida ao meu lado”. 

Nas redes sociais os santistas demonstraram as insatisfações com o desempenho do jogador dentro de campo. “Sobre William Maranhão craque mesmo é o empresário dele que conseguiu empurrar essa bomba pro Santos”. Outro torcedor foi além e criticou a diretoria do Clube: “Terem aprovado 3 anos de contrato do William Maranhão beira a loucura total ou passou disso. O cara apanha da bola literalmente e ainda pagaram 500 picanhas nesse cara”.  

O jornalista Maurício Barros criticou a apatia de alguns jogadores em campo, entre eles William Maranhão e Ricardo Goulart. Além de destacar que o técnico Fabián Bustos tem que fazer a equipe render mais. "Com esses jogadores, ele tem muito mais elementos, material humano para fazer que o Santos tenha uma temporada muito melhor que no ano passado, eu diria que o elenco tem 30% a mais de qualidade."