Mais uma taça para coleção


O Palmeiras é mais uma vez campeão do Brasileirão. O Verdão já entrou em campo praticamente com as mãos na taça, isso porque matematicamente tinha mais de 99% de chances de erguer a taça.

Abel Ferreira falou que precisa de tempo para descansar. Thiago Ribeiro/AGIF
© Thiago RibeiroAbel Ferreira falou que precisa de tempo para descansar. Thiago Ribeiro/AGIF

A partida que terminou em empate por 1 a 1 com gols de Endrick e Nikão garantiu para o Palmeiras o duodeca campeonato brasileiro e o segundo de Abel Ferreira pela equipe alviverde.

Além da expectativa pelo título, também havia a espera pelo pronunciamento de Abel sobre sua permanência ou não no Palmeiras. O técnico está na mira do Al Sadd, do Catar, que estaria disposto a um investimento astronômico pelo treinador.

Para aflição do torcedor alviverde, Abel não garantiu a sua permanência para temporada 2024. “Vocês sabem que tenho contrato, no futebol não posso garantir nada. Quando cheguei aqui não podia prometer títulos, só uma equipe de qualidade.”, disse Abel ainda no gramado.

“Eu tenho contrato e qualquer coisa que aconteça, não sei o que vai acontecer. Estou cansado, preciso de férias. Dia 17 já voltamos a competir. É muito difícil para mim”, continuou o treinador.

Descanso e família

Abel já vinha demonstrando estar sofrendo desgaste com o calendário agitado do futebol brasileiro e durante a coletiva afirmou que está precisando de tempo para descansar e aproveitar a família.

“Vou para casa com minha família, descansar e isso que é mais importante para mim no momento, desfrutar dos meus pais, dos meus amigos. Não deixa de ser verdade que tenho um bom contrato aqui. Mas quero ter tempo para gastar o meu dinheiro.”, declarou.

Abel fica no Palmeiras?

Abel fica no Palmeiras?

0 PESSOAS JÁ VOTARAM

O português deixou em aberto o futuro, mas destacou o vínculo que tem com Palmeiras. “Seja qual for a decisão. Contrato é para se cumprir e pronto. Mas o mais importante tenho que descansar minha cabeça.”

“A decisão pode ser ir para casa. Pode ser ficar em casa e descansar, mas como vos disse eu só em pensar que dia 5 ou 8 tenho que estar aqui e se não ganharmos o primeiro jogo não sei o que vai acontecer.”

Abel destacou que pretende priorizar a sua família. “Tenho que pensar com minha família e a decisão, ao contrário do que foi os últimos anos, ela foi sempre tomada por mim de forma egoísta. O futebol tem coisas mágicas, mas outras que nos tira muito.”, disse antes de prosseguir:

“Chegou à altura de eu dar todo tempo a minha família que eu em função do trabalho que tenho, retirei. É verdade que vou decidir, mas o que vou decidir é o melhor para a minha família, não é o que é o melhor para o Abel”, finalizou.

Confira o que pensam os torcedores