Na tarde desta sexta-feira (14), o torcedor do Palmeiras perdeu a paciência de vez com a diretoria de futebol. Mais precisamente com o executivo Anderson Barros após fracasso na negociação com o centroavante Lucas Alario, do Bayer Leverkusen. Após o jogador acenar positivamente para atuar no time de Abel Ferreira, o clube alemão encerrou as tratativas por não concordar com a oferta alviverde que chegou ao Velho Continente. 

De acordo com informações do colega André Hernan, da TV Globo, o insucesso nas tratativas com o Leverkusen se deu pelas condições oferecidas pelo Palmeiras. Primeiramente a oferta vislumbraria um empréstimo gratuito de Alario com o Alviverde pagando 100% dos salários do jogador. Os alemães recusaram, já que desembolsaram uma boa quantia em 2017 para contratá-lo junto ao River Plate. 

Após receber o "não" pelo empréstimo gratuito, o Palmeiras ofereceu 300 mil euros para ter Alário por um ano. Ao término do período, o Verdão teria opção de compra fixa por valor acordado com os alemães. Desse jeito, o Bayer encerrou as negociações, para desespero e indignação da torcida alviverde nas redes sociais. 

No Twitter, o termo "Barros" já alcançou os trending topics e até a hashtag #ForaBarros foi erguida pelos palmeirenses. O dirigente é alvo de críticas há bastante tempo por negociações fracassadas por um camisa 9 de peso, desejo de Abel Ferreira desde o início da última temporada. Foi assim com Borré, Taty Castellanos, Yuri Alberto, João Pedro e, agora, Alario. 

Muitos palestrinos chegaram a pedir novamente o retorno de Alexandre Mattos, que está livre no mercado após desacordo com o Cruzeiro de Ronaldo Fenômeno. De 2015 a 2019, o dirigente esteve à frente do departamento de futebol e mantinha uma postura agressiva no mercado.

Nomes como Dudu, Lucas Barrios, Moisés, Borja, Yerry Mina, Gustavo Gómez e mais de 90 jogadores desembarcaram na Academia de Futebol pelo poder de persuasão de Mattos, algo que, para muitos palestrinos, falta demais em Barros. Houve quem cravasse que, com Alexandre, o Palmeiras já teria trazido Alario e outros especulados.

Veja as mensagens: