Na tarde deste domingo (6), Sylvinho venceu a primeira partida como treinador do Corinthians. Depois de duas derrotas em casa para o Atlético-GO, a equipe foi a Belo Horizonte enfrentar o América-MG, pela segunda rodada do Campeonato Brasileiro. Aos 29 minutos, Gustavo Mosquito sofreu o pênalti, que foi cobrado e convertido por Fábio Santos.

Em entrevista coletiva pós-jogo, Sylvinho explicou a escalação com três volantes: “Montamos uma situação para poder adquirir um pouco mais de confiança no setor de meio-campo, melhorando alguns outros links nos lados do campo. Foi isso que nos propusemos a fazer. Entendi que o time respondeu muito bem, organizado”.

A escalação, inclusive, foi explicada de acordo com as características dos jogadores: “Roni e Gabriel são atletas de uma boa taxa de trabalho no meio-campo, e o Cantillo tem boa capacidade de passe. Era isso que queríamos. Deu boa sustentação para o sistema, e o Cantillo conseguiu jogar mais protegido”.

Pensando nos próximos jogos, contra Atlético-GO e Palmeiras, o treinador falou sobre o tempo de trabalho: “Quando se fala de tempo, é relativo demais. Nós temos que acelerar todas as etapas possíveis. O campeonato é equilibrado, difícil, competitivo. A diferença de uma vitória para uma derrota está em detalhes pequenos”.

A equipe volta a campo na próxima quarta-feira (9), diante do Atlético-GO, em Goiânia, pela partida de volta da quarta fase da Copa do Brasil. Depois de perder o jogo de ida por 2 a 0, o Corinthians precisará vencer por três gols ou mais de diferença para obter a classificação no tempo normal.