A boa fase vivida pelo Botafogo dentro das quatro linhas parece não refletir o clima nos bastidores do clube carioca. Vice líder da Série B do Brasileirão e forte candidato ao acesso para a elite do futebol brasileiro, elenco deu manifestação pública da insatisfação com a crise financeira enfrentada pelo Alvinegro.

Como forma de protesto os jogadores do Botafogo decidiram em conjunto por não conceder nenhum tipo de entrevista, seja ela exclusiva ou coletiva, optando assim pela lei do silêncio. A decisão dos jogadores foi comunicada através de uma carta enviada à diretoria e ao “GE”. "Em virtude de acordos não cumpridos e atrasos salariais, nós, atletas e comissão técnica, comunicamos que não concederemos entrevistas até uma solução definitiva.”, informou o elenco.

A diretoria do clube ainda não se manifestou a cerca do protesto dos jogadores que se trata exclusivamente a relação com a imprensa, sendo assim o elenco deve manter as demais atividades com o clube, ou seja, rotina de treinos, viagens e jogos do Botafogo estão garantidos pelo menos momentaneamente.

Apesar da decisão inicial se restringir a imprensa, na carta os jogadores dão indicativos de que outras medidas podem ser adotadas nos próximos dias. “Esperamos uma solução da diretoria sobre o ocorrido e não descartamos outras medidas até o fim de semana.”, alertaram os atletas.

Crise enfrentada pelo clube já não era segredo, o Alvinegro já havia conquistado na justiça um acordo feito com o Tribunal Regional do Trabalho da 1ª Região que determina que o clube não deve ultrapassar o teto de 60 salários mínimos, o equivalente a R$ 66 mil por funcionário. Além da sobra de alguns salários, o time também tem em aberto os direitos de imagem e as rescisões de contrato mais caras. Ao que tudo indica mesmo com a folha mais enxuta e o acordo feito na justiça, o clube não conseguiu honrar os seus compromissos. O Botafogo solicitou que acordo seja estendido até março de 2022.

 

Confira a carta na integra: 

 

"Em virtude de acordos não cumpridos e atrasos salariais, nós, atletas e comissão técnica, comunicamos que não concederemos entrevistas até uma solução definitiva. Esperamos uma solução da diretoria sobre o ocorrido e não descartamos outras medidas até o fim de semana.

A instituição Botafogo e sua Gloriosa torcida, nossa gratidão por todo apoio que tem nos passado. Nosso empenho e dedicação máxima será sempre por vocês.

Elenco do Botafogo."