Embora seja novo no Brasil, o modelo SAF já é consolidado em outros mercados, principalmente na Europa. Por lá, times como Crystal Palace, da Inglaterra, e RWD Molenbeek, da Bélgica, recebem investimentos do americano John Textor. O empresário não parou por aí e seguirá expandindo a Eagle Holding. 

Textor comprou 90% das ações da SAF do Botafogo. O valor desembolsado pelo patente alta para adquirir a maior parte do Glorioso está na casa do R$ 1 bilhão. Ele chegou com tudo ao Clube. Na primeira janela de transferências da temporada, o time de General Severiano foi o que mais investiu. Ao todo, foram R$ 65 milhões injetados em reforços. 

Agora, o empresário americano surpreendeu e pode comprar em mais uma equipe. A bola da vez na empresa do milionário é o Lyon. Na manhã desta segunda-feira (20), a informação que chega ao Brasil é que John estaria na "pole position" para adquirir 39,23% das ações do Clube francês. 

“Isso certamente será feito nas próximas horas , já que John Textor , acionista majoritário do Botafogo, voltou à corrida e agora é o grande favorito. Ele deve recomprar as ações da Pathé (19,38%) e IDG (19,85%), e assim se tornar o acionista majoritário . O conselho de administração, inicialmente agendado para esta terça-feira, às 17h, foi antecipado com urgência por 24 horas, pelo que terá lugar esta tarde”, destacou a publicação do Be Foot

Desta forma, o OL pode ser o 4º time na holding de John Textor, sendo o 2º negociado apenas em 2022. Conhecido por seu carisma e coragem para investir sem dó no mercado da bola, o estrangeiro é um dos pioneiros no modelo de “Sociedade Anônima de Futebol” no futebol brasileiro. Ronaldo, no Cruzeiro, é outro. Assim como Marcelo, ex-Real Madrid, pode se tornar com o Santa Cruz, Hulk com o Treze da Paraíba e a 777 Partners com o Vasco