arrow_drop_down
search
Autuori: 4x1 foi pouco diante do América de Cali-COL (Foto: José Tramontin/athletico.com.br/Divulgação)

Futebol Athletico Paranaense

Autuori expõe arma ofensiva do Athletico e se mostra insaciável: "Poderíamos ter vencido por mais gols"

O Furacão não tomou conhecimento do adversário colombiano e goleou em casa para avançar à próxima fase; o time agora volta as atenções para o Brasileirão

Bolavip

Autuori: 4x1 foi pouco diante do América de Cali-COL (Foto: José Tramontin/athletico.com.br/Divulgação)

Autuori: 4x1 foi pouco diante do América de Cali-COL (Foto: José Tramontin/athletico.com.br/Divulgação)

O Athletico não tomou conhecimento do América de Cali-COL e goleou por 4x1, na Arena da Baixada, na noite da última terça-feira (20), para garantir vaga nas quartas de final da Copa Sul-Americana. Mesmo com a vantagem de ter vencido por 1x0 em solo colombiano, o Furacão voltou a atuar em alto ritmo, com destaque para atuações de jogadores do setor ofensivo.

Dono da posse de bola, principalmente na segunda etapa - teve 75% nos 45 minutos finais, o Athletico abusou das jogadas em velocidade e de combinação para vencer a zaga adversárias. No meio de campo, Nikão e David Terans se destacaram, enquanto que no ataque as atenções ficaram para o atacante Vitinho

Após o confronto, o técnico Paulo Autuori expôs detalhes de uma das principais armas ofensivas do Furacão, as inversões de jogo de um lado para outro. “Nas tarefas ofensivas, o nosso objetivo é criar espaço desde trás. Desde 2016 fazemos essas trocas de direção, que você tira a bola da zona forte para a zona fraca do adversário, deixando você ser mais agudo. Fazemos bem isso”, comentou o diretor-técnico.

Terans, Nikão e Vitinho: destaques contra os colombianos (Foto: Robson Mafra/AGIF)
Terans, Nikão e Vitinho: destaques contra os colombianos (Foto: Robson Mafra/AGIF)

Mesmo com a goleada, Autuori se mostrou insaciável e avaliou que o Athletico poderia ter vencido por uma vantagem ainda maior. “Nós fomos superiores em toda partida. Nosso goleiro não trabalhou. Eu creio que poderíamos ter vencido por mais gols. Foi uma vitória muito justa pelo que produzimos nos dois jogos, nos 180 minutos”, analisou. 

Nas quartas de final, o Furacão terá pela frente a LDU, do Equador, que eliminou o Grêmio. A queda do time gaúcho deixa o sinal amarelo ligado para zebras. "Quando uma equipe como o Grêmio, que tinha a vantagem e é eliminado dentro de casa, serve de alerta. Queremos que jogue sempre no gol adversário pela vitória", completou Autuori.

Temas:

Leia também


Cadastre-se

Você pode receber as últimas notícias na sua caixa de E-mail.