O anúncio de Pedro Sousa como novo técnico do Flamengo deve ser oficializado até a próxima quarta-feira (29). O presidente Rodolfo Landim viajou até o Velho Continente para conversar e alinhar os objetivos com o comandante, que deve deixar a seleção da Polônia às vésperas da repescagem europeia para a Copa do Catar, no ano que vem. 

Só que a saída confirmada de Jorge Jesus do Benfica nesta terça (28) causou um avoroço entre os torcedores do Flamengo. Seu representante afirmou, em contato co o colega Venê Casagrande, do jornal O Dia, que avisou a Marcos Braz e Bruno Spindel para aguardarem o clássico diante do Porto, no próximo dia 30, para entrarem em contato com o Mister. 

Braz e Spindel, tudo a mando de Landim, não quiseram esperar e escolheram Paulo Sousa, até pelo fato de o gajo ter se mostrado muito empolgado para embarcar ao Rio de Janeiro e iniciar o projeto em 2022. O colega Diogo Dantas, do jornal O Globo, todavia, apurou que vários líderes do elenco rubro-negro se mostraram contrariados. "Eram a favor da volta do Mister", informa Dantas em sua matéria. 

Internamente no vestiário do Flamengo, desde sua saída, os jogadores se queixavam da falta de comando de um técnico que aliasse conteúdo com cobranças por excelência. Após deixar o comando rubro-negro e assumir o Benfica, JJ viu nomes como Domènec Torrent, Rogério Ceni e Renato Gaúcho tentarem a sorte no Ninho do Urubu. 

O colega André Rocha, do UOL Esporte, também informou que lideranças do elenco, que ainda mantêm contato com Jorge Jesus, tentam junto à direção reverter quadro atual. "Olha a atmosfera que criaram para o Paulo Sousa", comentou o jornalista em sua conta no Twitter.