O elenco do Flamengo se apresentou nesta segunda-feira (10) para iniciar o planejamento visando a temporada. Paulo Sousa também concedeu a primeira entrevista coletiva e falou sobre diversos assuntos. O que mais chamou atenção foi ele chamar a responsabilidade nesse inicio de trabalho e pontuar algumas coisas de como será o “novo” time flamenguista a partir de agora.

Um elenco de muita qualidade, que precisa cada vez mais de compromisso. Qualidade não expressa vitórias. Somos um dos ou o melhor elenco da América do Sul, mas não é suficiente para ganhar títulos e jogos. Vamos ter que trabalhar mais do que todos os outros e para isso o compromisso individual e coletivo é fundamental. Essa foi a mensagem que passei para os jogadores”, disse.

Sobre o mercado da bola, a novidade é que Rogério Ceni tem interesse em levar Gustavo Henrique para o São Paulo. A informação foi passada pelo jornalista Guilherme Silva, da Rádio Jovem Pan. No entanto, o Rubro-Negro não quis negociar o jogador nesses moldes. A intenção são-paulina era tê-lo por empréstimo. A direção do CRF só pensa em uma venda definitiva. Segundo o portal “Yahoo Esportes”, Gustavo recebe R$ 580 mil no Mengo. Como ele veio de graça do Santos, o CRF não precisou pagar nada para tê-lo e, por isso, os seus vencimentos mensais são elevados.

O Flamengo foi procurado pelo São Paulo que sondava a situação do zagueiro Gustavo Henrique. O clube paulista pretendia propor um empréstimo do jogador, mas a diretoria Rubro-Negra não tem interesse em negociar o atleta”, informou o repórter.

Gustavo Henrique chegou ao Mengão em 2020 e conviveu com vários altos e baixos. Nunca foi titular absoluto, mas ganhou muitas chances com Ceni, quando o treinador ainda estava no Rubro-Negro. Com Renato, ele não teve muito espaço e viu outros da posição ganharem mais chances.