GP da Espanha, que acontece neste fim de semana, terá algumas mudanças, dentre elas, é que algumas equipes farão atualizações em seus carros e podem mudar a dinâmica da competição a partir da corrida em Barcelona. Além disso, a Fórmula 1 ainda contará com a participação de três estreantes no Treino Livre 1 da sexta-feira (20). 

'Checo' Pérez, piloto da Red Bull, dará lugar ao jovem estoniano Jüri Vips, de apenas 21 anos, e que atualmente corre na Fórmula 2. O jovem será o companheiro de Max Verstappen na primeira sessão de treinos na Espanha. Além da equipe austríaca, a Williams Alfa Romeo também vão trazer pilotos diferentes nos TL1.

Atual campeão da Fórmula E, o holandês Nyck de Vries vai correr pela Williams, substituindo Alexander Albon, enquanto o veterano Robert Kubica vai guiar o veículo da Alfa Romeo no lugar do chinês Guanyu Zhou.

O motivo da mudança

A alteração nas equipes não remete a nenhum problema interno. A mudança é uma exigência do regulamento de 2022 que prevê que as escuderias escalem um piloto novato, que tenha participado de até, no máximo, dois GPs na Fórmula 1, para pelo menos duas sessões de treinos durante toda a temporada.