A noite de sábado (22) reservou um grande jogo para os fãs de San Francisco 49ers e Green Bay Packers, que se enfrentaram no Lambeau Field pelas semifinais da Conferência Nacional nos playoffs da NFL. Em um jogo difícil de assistir, os visitantes riram por último após o field goal de Robbie Gould, que classificou os 49ers para final da NFC, vitória por 13 a 10.

Depois do jogo, o QB Aaron Rodgers foi personagem da entrevista coletiva. Não há como esconder que Rodgers possa ter jogado seu último jogo como membro dos Packers. No ano passado, ele quase se deixou o time, mas optou por retornar para uma possível "Last Dance" que ambos os lados esperavam que resultasse em um Super Bowl.

"Vou tirar um tempo e conversar com as pessoas por aqui, e depois tirar um tempo e tomar uma decisão, obviamente antes da Free Agency", disse Rodgers. "É um pouco chocante, com certeza. Esperava ter uma boa semana após a Final da NFC para aproveitar a folga [para o Super Bowl] e começar a contemplar algumas coisas, então eu nem digeri o momento ainda."

Contratualmente, Rodgers ainda está vinculado aos Packers até a próxima temporada, mas se ele decidir que quer jogar em outro lugar, a equipe pode tentar negociá-lo. Ao dispensar Rodgers , que tem um salário de US$ 46,4 milhões em 2022 - Green Bay limparia cerca de US $ 20 milhões de seu teto salarial, embora estaria se desfazendo de um dos grandes jogadores de todos os tempos.

"Certamente, queremos ele de volta aqui", disse o treinador Matt LaFleur. "Nós seríamos loucos para não querer ele de volta aqui. [...] Esse cara faz tanto pelo nosso time. Não só o que vocês vêem aos domingos ou todos os dias de jogo, mas o que ele faz naquele vestiário e como ele lidera. [...] Eu estou extremamente desapontado que nós não conseguimos vencer não só para ele, mas para todos naquele vestiário."