A imunização contra a Covid-19 divide opiniões. Enquanto uns são a favor, outros ficam de pé atrás sobre a eficácia dos imunizantes estrangeiros. Algumas empresas assumem responsabilidade social e realizam campanhas para que os colaboradores sejam imunizados, outras concedem a liberdade para que os funcionários optem por se vacinar ou não.

Não será o caso da Rede Globo. A gigante da comunicação carioca pretende cancelar os contratos e demitir os funcionários que se recusarem a receber a doses da vacina contra o novo Coronavírus. Segundo o portal UOL, um comunicado já foi enviado para todos os que constam no quadro de colaboradores.

Na mensagem, a TV Globo deixa claro que a atitude está “alinhada com o que é praticado em diversas empresas”. “Podemos dizer que a aplicação das vacinas é uma estratégia eficaz contra a disseminação do vírus e uma forte aliada para a proteção de todos”, ressaltou a emissora.

O polo empresarial dos irmãos Marinho argumentou que a imunização é de extrema importância para a saúde dos funcionários. Todos os contratados precisarão enviar os comprovantes de vacinação.