O Corinthians perdeu Vítor Pereira para o Flamengo e acabou fisgando Fernando Lázaro. Embora criticada, a escolha do presidente Duílio Monteiro Alves acabou sendo muito comemorada internamente, principalmente no departamento que diz respeito às categorias de base do Timão. 

Fernando Lázaro terá trabalho no SCCP. O comandante terá que, primeiramente, afastar as dúvidas que rondam seu trabalho no time de Itaquera. Além disso, o técnico vai gerir um elenco recheado de medalhões e nomes consagrados no Alvinegro, o que nem sempre os torcedores acreditam que merecem espaço só pelo peso do currículo. 

Antes de ir em busca de F. Lázaro, Duílio aprovou a busca por Fernando Diniz e ofereceu salários muito acima para fechar com o treinador do Fluminense. Inicialmente, a informação foi trazida pelo Globo Esporte. O técnico optou por comprar o projeto apresentado pelo presidente Mário Bittencourt e recusou todas as investidas; o Atlético-MG também o tentou. 

Mesmo com os 30% de valorização salarial que vai receber no Tricolor das Laranjeiras com a renovação do vínculo, Diniz ganharia mais se aceitasse proposta do Corinthians ou Atlético-MG. Agora, ambas as equipes já têm seus nomes para comandar o futebol no próximo ano. Em Minas, Eduardo Coudet acabou sendo contratado.