O técnico Vítor Pereira, que tem contrato com o Corinthians até 31 de dezembro, optou por não estender o vínculo com o Timão alegando problema familiar que impediam a sua permanência no Brasil. Com o contrato ainda ativo com o clube paulista, o comandante ainda deve receber os vencimentos referente aos dois meses.

De acordo com informações do portal Meu Timão, os valores referentes aos meses de novembro e dezembro devem ser quitados entre o final de 2022 e começo do próximo ano. Diante disso, a diretoria terá que desembolsar R$ 6 milhões para o português e sua comissão técnica. Isso porque, o custo mensal do técnico é de R$ 3 milhões mensais, incluindo auxílio moradia e outros encargos.

Entretanto, os torcedores do clube paulista vêm demonstrando a insatisfação através das redes sociais com a forma que Vitor Pereira deixou a equipe e iniciou a negociação com o Flamengo. Mas, o que pode ajudar o Corinthians nessa situação é se o técnico optar em antecipar a rescisão, já que vem em negociações avanças com o Rubro-Negro, a equipe pouparia parte do valor.

Mas, vale destacar, que existe a possibilidade de o técnico ser anunciado apenas em janeiro, evitando assim, qualquer tipo de acusação, já que o Vitor Pereira tem vínculo com o Corinthians até o final de 2022.