O Corinthians terminou a temporada chegando nas quartas-de-final da Copa Libertadores da América, à final da Copa do Brasil e terminou o Campeonato Brasileiro na quarta colocação, conseguindo uma vaga direta para a competição sul-americana. Um dos destaques do Time do Povo na temporada foi Cássio, que terminou ganhando a Bola de Prata, como melhor goleiro do Brasileirão.

 

 

A temporada foi eleita pelo capitão do Timão como a mais regular de toda a sua carreira, mais inclusive do que a de 2012, quando o Clube Paulista se sagrou campeão da Libertadores e também do Mundial de Clubes: “Eu acho que o mais regular sim (sobre 2022 ser um de seus melhores anos), com toda tranquilidade e humildade. Às vezes as pessoas podem concordar ou não. Se você pegar todo o ano e os gols que eu tomei, foram gols que os caras acertaram lá na gaveta mesmo. Falando de mim, se você pegar os números, foi um ano bem regular, bem bom”, afirmou o camisa 12 em entrevista para a Corinthians TV.

 

 

Para Cássio, a boa temporada individual que ele fez só o motiva para se cuidar e ter um 2023 ainda melhor: “Me motiva muito mais a ser ainda melhor na próxima temporada, em me cuidar, em me preparar bem, nas férias também. Curtir um pouco, mas se cuidar para já começar bem a próxima temporada”, disse. O goleiro ainda afirmou que prevê boas coisas para o Corinthians ano que vem: “Estou muito confiante mesmo sobre a nossa próxima temporada”, finalizou. 

 

 

O jogador foi responsável por muitos triunfos adquiridos pelo Corinthians nesta temporada. Um deles foi contra o Bragantino, em que evitou o empate do Massa Bruta após uma cabeçada de Luan Cândido, aos 45 minutos do segundo tempo. Outro momento inesquecível foram as disputas de pênalti contra o Boca Juniors pelas oitavas-de-final da Libertadores. Na ocasião, o goleiro defendeu as cobranças de Villa e Ramírez.

 

 

 

Em 2023, Cássio chega ao seu décimo primeiro ano de Corinthians, e já é o segundo jogador com mais partidas com a camisa do Timão. Com a camisa alvinegra, o jogador conquistou um Mundial de Clubes e uma Libertadores - 2012, dois Campeonatos Brasileiros - 2015 e 2017 -, quatro Campeonatos Paulistas - 2013, 2017, 2018 e 2019 - e uma Recopa Sul-Americana - 2013.