O Bahia conquistou o acesso para a primeira divisão do Campeonato Brasileiro e além disso tem a SAF com o Grupo City chegando ao Tricolor de Aço. Com isso, as esperanças dos torcedores estão renovadas para um ano ainda melhor. Além disso, o que os fãs mais aguardam são as chegadas de reforços. 

 

 

Entretanto, não são apenas os torcedores que tem noção da chegada de reforços, os jogadores sabem que a concorrência deve aumentar em 2023. Com isso, o meio-campista Lucas Mugni, que está em conversas para renovar com o Bahia, já avisou que tem consciência sobre a situação do elenco na próxima temporada. 

 

 

"Se está certa a compra do Grupo City, dá para ver que vão chegar reforços, vai ser uma disputa boa em cada posição, isso vai fazer o time melhor. E gostaria de participar disso, do Bahia jogando copas internacionais, por que não Libertadores? Acho que a mentalidade, assim, jogadores o Bahia tem e vai ter, é um time muito grande", disse Mugni. 

 

 

Em clima de Copa, o argentino ainda revelou uma torcida 'tímida' para o Brasil: "Sinceramente, se não for a Argentina (campeã), quero que seja o Brasil. Gosto muito do país, do Neymar, acho que é um cara que merece muito. Merece muito isso, às vezes recebe críticas, como todo mundo, está no top do mundo, isso vai acontecer", concluiu.