O mundo sertanejo está envolvido em uma grande polêmica. Isso porque, após a crítica de Zé Neto, vários cachês milionários estão sendo questionados. Entre eles, o de Gusttavo Lima. Recentemente, foi divulgado que o cantor receberia R$ 1,2 milhão para cantar na cidade de Conceição do Mato Dentro, em Minas Gerais. Porém, a apresentação foi cancelada. 

Agora, o sertanejo pode ter sido envolvido em mais uma polêmicas. Um ex-motorista particular de Gusttavo Lima teria aberto um processo contra o cantor e a sua esposa, a modelo Andessa Suita. Segundo informações, a suposta ação está tramitando na 3ª Vara do Trabalho de Aparecida de Goiânia.

De acordo com informações do jornalista Ancelmo Gois, do jornal o Globo, o motorista começou a trabalhar para a família ainda em 2019. No entanto, foi dispensado do cargo já no começo deste ano. Segundo o ex-funcionário, ele não teria recebido os seus direitos.

O ex-motorista, que não teve seu nome divulgado, destaca que não teria recebido férias, horas extras e diferenças salarias. Além disso, o ex-funcionário alega que tinha excesso de jornada de trabalho, conforme apontado pelo colunista. Por isso, o homem pede o valor de R$ 527.366,76. O cantor e Andressa Suita ainda não se pronunciaram.