O filme Nada É Por Acaso chega aos cinemas nesta quinta-feira (17). A produção, dirigida por Márcio Trigo, conta com um elenco de peso. Giovanna Lancellotti, Mika Guluzian, Rafael Cardoso e Tiago Luz protagonizam a trama, que aborda a história de dois casais que se conectam entre si de diversas maneiras.

No filme, Marina, personagem de Lancellotti, volta de uma viagem com cinco milhões de reais na conta. A moça conta com um passado sombrio. Já Maria Eugênia, vivida por Mika, também esconde segredos e inseguranças. As duas mulheres têm uma relação desconhecida. A trama traz uma jornada sobre espiritismo, reencarnação e outras reflexões sobre vidas passadas.

Além dos temas delicados, algumas cenas são passadas em outra época, onde existiam fazendas de escravos e pena de morte - tudo sendo retratado de uma forma muito realista. Giovanna Lancellotti revela que as cenas foram intensas. "Pra mim o mais pesado foi esse lance da vida passada, o cenário da vida passada. A gente tinha ali figurantes, todos caracterizados, numa fazenda real, que era uma fazenda de escravidão. A gente tinha uma forca, uma pessoa sendo enforcada, outras levando chibatadas", contou ela, em entrevista para o portal Contigo.

"Por mais que fosse uma coisa cinematográfica, aquilo aconteceu, e por um momento a gente se sentia teletransportada para aquele universo. Aquilo era pesado, intenso, forte. Foi um processo de catarse aquilo. Parecia que eu tinha ido pra um outro mundo mesmo. Eu acho que o ator tem que saber também entrar e sair desse lugar", contou Giovanna.

Ao Extra, a atriz que interpreta o anjo da guarda da personagem de Giovanna LancellottiLaura Proença relatou um episódio 'sobrenatural'. “Estávamos filmando um dia e a luz do set apagou. Ficamos um tempinho no escuro. Até hoje não sabemos a causa do ‘apagão’”, contou a atriz sobre a situação.