No último domingo (24), o diretor do Big Brother Brasil, Boninho, se pronunciou sobre uma suposta declaração dada a uma repórter da Revista Veja, onde ele teria dito que Pedro Scooby era seu participante favorito do BBB 22 e que "não aguentava mais" a edição.

Através de suas redes sociais, o Big Boss atacou a revista e a repórter que o abordou na Marquês de Sapucaí, durante o desfile das escolas de samba do Rio de Janeiro. "Gente, alguém contando que eu dei entrevista ontem para a Veja. Não, Veja, não dei entrevista para você. Até porque dar entrevista para Veja é perder tempo, né?", alfinetou o chefe do BBB 22.

Em seguida, afastou a polêmica e garantiu que continua vendo o programa que dirige na Globo. "Eu tô vendo o 'Big Brother' sim, essa final vai pegar fogo e vai ser bem legal. É uma final que os fãs vão ter que correr atrás. Vi muita gente na Avenida torcendo para todo mundo e é para isso que a gente faz essa brincadeira".

 

Silêncio sobre Scooby e resposta da Veja

No entanto, Boninho não se pronunciou sobre a fala publicada de que seu participante favorito era Pedro Scooby, eliminado na semana passada do reality show, onde alcançou o quinto lugar. Pouco tempo depois, o diretor ainda provocou a Revista Veja em outra publicação: "Repórter foca da Veja ouve um comentário meu na avenida, cai em pegadinha e me livra das torcidas nesta reta final".

Na coluna Maquiavel, a redação da Veja respondeu ao diretor: "Além de ser desrespeitoso, o executivo da Globo foi contraditório. Primeiro, disse que havia feito uma brincadeira e que a repórter havia caído numa “pegadinha”, como se essa fosse uma atitude defensável de alguém que é diretor de um veículo importante como a TV Globo. E chamou a repórter de “foca”, uma referência a profissionais que estão começando na profissão – como se ele conhecesse a jornalista, o que não é o caso", disse um trecho do texto.