Neste último domingo (19), em São Paulo, ocorreu a 26ª edição da Parada do Orgulho LGBTQIA+, que reuniu milhares de pessoas. Pabllo Vittar, Luísa Sonza, Tiago Abravanel, Ludmilla, Rebecca e Jojo Todynho foram algumas das atrações do evento, que teve como tema “Vote Com Orgulho - Por Uma Política Que Representa”. Pocah, ex-BBB, também marcou presença.

A cantora, porém, acabou passando por uma situação bem chata. Em seu Twitter, desabafou após ter sua apresentação encerrada mais cedo, quebrando o acordo e gerando um “climão” com a empresa responsável pelo show: “Meu horário era 15:55, entrei 17:20. Eu estava aqui desde meio dia e meio no trio pronta”, começou a funkeira, que não parou por aí.

“Infelizmente não pude cumprir nem metade do meu show porque pediram pra encerrar a parada antes do horário combinado! Peço desculpa aos meus fãs. Estou arrasada e cheia de ódio”, completou. Gil do Vigor, nos comentários, respondeu: “Não fique assim meu amor. Todos sabemos o quão dedicada você é em tudo que faz e é de fato uma m* isso que aconteceu”.

No Instagram, a artista continuou reclamando e pediu mais respeito: “Eu apenas exijo respeito com meu trabalho, minha equipe e com meus fãs. E tem que ver isso aí de encerrarrem a parada antes do horário, hein. Um evento que era para celebrarmos o orgulho, a nossa existência... Terminar dessa forma. Estou indignada mesmo”, encerrou Pocah.